A paixão pela música brasileira uniu este grupo que mistura raças, crenças e gostos que enaltecem o Brasil. A banda se formou nos democráticos happy hours da Faculdade de Arquitetura de São Paulo (USP), durante a inesquecível década de 80. Os integrantes dividiam sua grande empatia pelos sons brasileiros da década de 60 e 70 e todas as sextas-feiras agitavam os alunos com sons que trazem a marca e a cara da banda: “MBB” (Música Balançada Brasileira).

O tempo e a convivência se encarregaram de trazer a inspiração para as músicas e composições próprias, transformando o que antes era um hobby em ofício. A idéia sempre foi tocar para o público curtir, animando as festas com sons tipicamente brazuca. Aos poucos, surgiram as idéias e viagens sonoras que misturaram as raízes da música brasileira com as influências atuais.

Os dois álbuns da banda (Farufyno 1 e Concentração) trazem composições balançadas como: “Elroy Office Boy”, e “Homem de Valor”, – do álbum Farufyno 1, “Várzea”, ”Princesa Egípcia”, “Parte Dela” e “Concentração” – do álbum Concentração. Repletas de swingue, as faixas resgatam a musicalidade brasileira, trazendo no mesmo acorde a criatividade que só uma boa mistura poderia criar.

Fiéis à sonoridade original da Música Balançada Brasileira, a banda utiliza-se de instrumentos e arranjos típicos do movimento. Guitarras vintages, piano Rhodes e órgão, misturados à cozinha brasileira de surdo, pandeiro, tamborim, agogô, cuíca e tudo o que mais se tem direito. O recurso das vozes em uníssono, empregadas na maioria das interpretações e composições, recupera o sabor e o estilo dos Golden Boys e Os Originais do Samba, referências e inspirações da banda.

A banda é formada por: Marcelo Kubagawa (Kuba), que traz no seu violão a levada brazuca e na sua voz a essência da miscigenação. Mario Souza Lima (Mario) comanda o contra-baixo e faz pulsar as veias deste caldeirão musical. Marcos Castilha é quem dá o ritmo com sua bateria incessante, que mais parece uma escola de samba e também assume com louvor os vocais da banda. Rodrigo Pirituba trabalha na cozinha deste bar sonoro e, com suas bases percusivas dá o caldo que torna este grupo tão intenso e respeitado, trazendo também com suas rimas e vocal, um toque de classe nas composições do grupo. A banda conta agora com mais dois novos integrantes que há tempos freqüentam a elite da música brasileira: Rogério Rochlitz é pianista, produtor musical e um dos vocais da banda, já tocou com feras como Trio Mocotó, Paula Lima e Danilo Caymmi e agora conduz as bases harmônicas e os samplers do grupo. Flavio Ferreira é o guitarrista e também um dos vocais, trazendo em seus acordes e boas idéias o encaixe perfeito desta máquina de produzir boa música brasileira.

Com esta formação a banda percorre o feliz e suave caminho da boa música. O show conduz o público a uma viagem que ecoa nos bons ouvidos, trazendo o novo e o clássico na mesma bagagem. Farufyno é capaz de misturar o melhor da Música Balançada Brasileira com uma levada original e inconfundível. Um show para dançar, elevar a alma e curtir.

http://www.farufyno.com.br/

Aqui temos 7 faixas deles para baixar (links direto do site)

O que isso menina
Cajaíba
Concentração
Guiné Bissau
Nem vem que não tem
O amor que quebrou
Várzea


Todas as quintas-feira de outubro, à partir das 19hs, o Farufyno se apresenta na Galeria Olido (Ah, é de graça).