Os Carbonos

Mário Bruno Carezzato
Humberto Carezzato Sobrinho
Raul Carezzato Sobrinho
Ricardo Fernandes de Morais
Antônio Carlos de Abreu
Foi um dos conjuntos pioneiros na reprodução fiel de sucessos estrangeiros, fazendo o que atualmente se convencionou chamar de “cover”. Integrado por três irmãos, sendo dois gêmeos, que eram sobrinhos dos Trigêmios Vocalistas. Apresentou-se no início como The Witchcraft, e posteriormente mudou o nome para Os Quentes, com o qual lançou um compacto pelo selo Mocambo/Rozenblit. Em 1966, por sugestão da gravadora Beverly, adotou o nome Os Carbonos, referência tanto à aparência semelhante dos irmãos, como à opção do conjunto por fazer versões idênticas de sucessos internacionais. Lançou vários discos nessa linha, obtendo algum êxito. Músicos de estúdio requisitados, acompanharam alguns integrantes da Jovem Guarda, entre eles Paulo Sérgio e Wanderley Cardoso. Gravou também com artistas mais relacionados ao estilo que se convencionou chamar de “brega”, como Nelson Ned, Morris Albert e a dupla João Mineiro e Marciano. Em 1968 lançou pela Beverly o LP “As 12 mais da juventude”. Ao longo da década de 1970, modificaram o nome diversas vezes. Apresentaram-se como Andróides, The Mackenzie Group, Carbono 14 e The Magnetic Sounds. Com o último, gravou a série de LPs “Super erótica”, na qual acompanharam os cantores Gilbert e Norma Aguiar. Recentemente fez shows e gravações com o cantor Gilliard. Ao longo dos anos 1970 gravou diversos LPs, entre os quais, “Seleção de ouro”, “Dez super sucessos” e “12 mais da juventude volume 2”, todos pela Beverly.

“kriola”, “eu bebo sim”, “cachaca mecanica”, “do you like samba”, “mexe mexe” and more…