A1 Main Theme From Trouble Man (2) 2:32
A2 “T” Plays It Cool 4:27
A3 Poor Abbey Walsh 4:13
A4 The Break In (Police Shoot Big) 1:57
A5 Cleo’s Apartment 2:10
A6 Trouble Man 3:49
A7 Theme From Trouble Man 2:01
B1 “T” Stands for Trouble 4:50
B2 Main Theme From Trouble Man (1) 3:54
B3 Life Is a Gamble 2:32
B4 Deep-In-It 1:24
B5 Don’t Mess With Mister “T” 3:04
B6 There Goes Mister “T” 1:37

Marvin Gaye depois de ter lançado o revolucionário álbum “What’s going on”.
Disco que além de refletir as aspirações políticas de uma geração, que era resultado de um trabalho produzido com total autonomia pelo músico.
O sucesso deste disco garantiu as portas dos estúdios de gravação abertas para sua criatividade.
Não haveria momento mais propício que esse: Gaye começa a trabalhar na trilha sonora de Trouble Man (filme do diretor Ivan Dixon);
e compor a trilha sonora de um blaxpoitation que permitiu a Gaye (aliado ao saxofonista Trevor Lawrence), explorar ainda mais a relação
da música pop com ricos arranjos de cordas e metais.

Trouble Man é denso, e sem dúvida, é o disco de Gaye mais próximo do jazz: temas que remetem à profunda introspecção que,
ora desatam num clímax delirante, ora num blues do sul profundo.
A trilha é permeada por impressionantes harmonias vocais, apesar do caráter basicamente instrumental; e não podia ser diferente
já que o autor é o homem que “redefiniu o soul como uma forma de expressão criativa”.
Um passeio pela alma de Gaye num disco que soa às vezes triste e em outras epifânico.
O rouco sax de Trevor, solando com o moog presente (e executado pelo próprio Gaye) é sustentado, ora pelo groove da bateria e
ora pela presença da orquestra.
Dizem que: de nada nos serve uma boa idéia no momento errado; contudo Marvin Gaye criou a trilha de Trouble Man, lançada em 1972 e
não podia ter vindo em melhor hora.
Um disco excelente para noites mal dormidas.
Um disco com o sabor da madrugada.