Sambista filho de Mano Décio da Viola, fundador do Império Serrano.
Jorge Antônio Carlos, ou Jorginho do Império (Rio de Janeiro, 13 de fevereiro de 1944), filho de Mano Décio da Viola, um dos fundadores da Império Serrano.
Na beira do mar, canção lançada em 1975, foi o seu grande sucesso. Começou sua carreira ao lado do amigo Martinho da Vila.
Em 1971 foi eleito “cidadão samba do Estado da Guanabara”.
Em mais de trinta anos de carreira, lançou 24 discos e fez shows na Argentina, na França e no Japão.
Atualmente reside no bairro carioca de Madureira, na rua que tem o nome de seu pai e fica próxima à Império Serrano.
Foi o principal intérprete do Império Serrano em dois carnavais. Em 1997, esteve à frente do microfone quando a escola trouxe o enredo “O mundo dos sonhos de Beto Carrero”. Retornou ao posto em 1999, quando o enredo era “Uma rua chamada Brasil”. Em ambas as oportunidades, o Império Serrano foi rebaixado ao Grupo de Acesso A.

01. Olêlê Olálá.
02. Malandro é Malandro Mesmo.
03. Pedra 90.
04. Volta Pro Morro.
05. Deixa-me Viver Com Ela.
06. Quem Tem Medo de Perder Não Ganha.
07. Dendeca de Briga.
08. Minha História.
09. Mais Um Na Casa De Bamba.
10. A Timidez Me Devora.

Link Exclusividade do Arquivo