Sixteen Tons
Now some people say a man is made out of mud
But a poor man is made out muscle and blood
Muscle and blood, skin and bone
A mind that’s weak and a back that’s strong.
Refrão
You load sixteen tons and waht did you get?
Another day older and deeper in debt.
Saint Peter don’t call me ‘cause I can’t go
I owe my soul to the company store.
I was born one morning when the sun didn’t shine
I picked my shovel and I walked to the mine.
I loaded sixteen tons of number nine coal
And the straw boss hollered, «Well, bless my soul!»
Refrão
I was born one morning in the drizzling rain;
Fightihg and trouble is my middle name.
I was raised in the bottoms by a momma hound —
I’m mean as a dog but I’m gentle as a lamb.
Refrão
If you see me coming, you better step aside;
A lot of men didn’t, and a lot of men died.
I got a fist of iron and a fist of steel,
If the right one don’t get you then the left one will
Refrão
Há quem diga que um homem é feito de lama / Mas um homem pobre é feito de músculos e sangue / Músculos e sangue, pele e ossos / Uma cabeça fraca e umas costas fortes. // Extraíste dezasseis toneladas / e que ganhaste com isso? / Ficares um dia mais velho e ainda mais endividado / S. Pedro não me chames porque eu não posso ir / tenho a alma empenhada na cantina da mina. // Nasci numa manhã em que o sol não brilhava / Peguei na pá e fui para a mina / Extraí dezasseis toneladas de carvão nº 9 / E o capataz berrou: «Louvado seja Deus!» / Refrão / Nasci numa manhã chuvosa / Luta e problemas são o meu nome do meio / Fui criado de pequeno por uma cadela de caça / Sou tão desprezível como um cão, mas tão meigo como um cordeiro // Refrão // Se me virem chegar é melhor afastarem-se / Muitos homens não o fizerem e muitos homens morreram / Tenho um punho de ferro e outro de aço / Se o da direita não te apanhar, apanho-te com o da esquerda // Refrão

Em 1953 pela primeira vez uma canção ligada ao movimento operário americano entrava nos hits comerciais. Cantada em estilo gospel por «Tenessee» Ernie Ford, a história do seu próprio pai, mineiro do Kentucky, que servira de tema a Merle Travis, Sixteen Tons, recordava o dia a dia das minas de carvão de Harlan County, a violência do trabalho e do quotidiano, a omnipresente exploração das empresas mineiras. Merle Travis comporia mais canções sobre o trabalho mineiro, a profissão que talvez apenas dos ferroviários possa sofrer a concorrência de ter dado origem ao mais rico cancioneiro da revolução industrial.


Sixteen Tons – Por Vários Interpretes

Stevie Wonder – Sixteen Tons
Frankie lane – Sixteen Tons
tonna (16 tons) – Rev Tamas
B.B king – Sixteen Tons
Barbershop Quartet – Sixteen Tons – Gas House Gang
Deep River Quartet – Sixteen Tons
Eddy Arnold – Sixteen Tons
Eric Burdon & The Animals – Sixteen Tons
Funk Como Le Gusta – 16 Toneladas ( Sixteen Tons )
Homer & Jethro – Sixteen Tons
INVENZIBLE – 16 TONELADAS
Jerry Reed – Sixteen Tons
Jimmy Dean – Sixteen Tons
Johnny Cash – Sixteen Tons
LDS – Voice Male – Sixteen Tons (with Günther Neefs)
Leon Russell (andere versie misschien – Sixteen Tons
Lorne Greene – Sixteen Tons
Los Capi – 16 Toneladas (Sixteen Tons)
Merle Travis – Sixteen Tons
Noriel Vilela – 16 toneladas
Paul Robeson – Sixteen Tons
Red Sovine – Sixteen Tons
Sixteen tons – Fred Frohberg
Sixteen Tons [Billboard 1955]
Spelbrekers – Zestien Ton (1956)
Tom Jones – Sixteen Tons
Tommy Hunter – Sixteen Tons
Trucking Songs – Sixteen Tons